bob dylan nobel prize
 
Bob Dylan recebe premio Nobel de literatura
por Antonio Celso Barbieri

Segundo declaração feita por Sara Daniels, secretária permanente da Academia Suíça que fornece esta premiação, o cantor e compositor norte americano Bob Dylan recebeu este prestigioso premio “por ter criado uma nova expressão poética dentro da grande tradição norte americana”.

Dylan cujo nome verdadeiro é Robert Allen Zimmerman, nasceu em Minnesota em 1941. Ele vem atuando como músico e compositor pelos últimos 55 anos. Entre outras composições, Dylan ficou muito conhecido pelas suas músicas Blowing in the Wind e Like a Rolling Stone.

Desde seu primeiro lançamento em 1962, o impacto de sua música se fez sentir pelo mundo todo. Seu trabalho quase sempre girou em torno de temas sociais e políticos.

"Ele é um grande exemplo e um grande poeta dentro da tradição da língua inglesa. Por 55 anos ele tem sido atuante e se reinventado constantemente” Acrescentou Sara Daniels. Este premio já foi dado para 109 pessoas desde 1901.

Barbieri Comenta

Esta premiação dada para Bob Dylan vem como uma grande surpresa, abrindo a possibilidade de múltiplas interpretações.

Do ponto de vista do universo do rock é fantástico pois, abre um precedente muito importante onde, já podemos até imaginar a possibilidade de um Nobel póstumo para John Lennon cujas letras de suas composições são realmente de uma profundidade política e social de apelo universal que aliados à sua coragem e determinação colocou-o como um artista muito especial, uma verdadeira lenda!

Por outro dado, mundialmente, o momento político e social em que vivemos está terrível. Se não bastassem estas guerras injustificáveis, vivemos o crescimento de uma pequena elite que busca controlar o mundo criando apenas duas classes; os super ricos e os muito pobres. Com os super ricos controlando os meios de comunicação, as classes médias do mundo todo têm sido manipuladas com um discurso extremista de direita, fascista e preconceituoso conduzindo o mundo na velocidade de um tsunami para uma visão neo conservadora onde todos os direitos humanitários conseguidos duramente nos anos 60 estão sendo jogados pela janela. Com a desculpa do terrorismo, criado por eles mesmos, sua casa agora pode ser invadida pela polícia, sem a necessidade de uma ordem judicial, tortura transformou-se num “mal necessário”, ser morto pelos que deveriam protege-lo virou “morrer de baixo de fogo amigo” e morte de homens, mulheres e crianças numa guerra virou “danos colaterais”. Nunca a política em qualquer parte do mundo foi tão mentirosa, corrupta e hipócrita!

Portanto, considero que premiar Bob Dylan foi literalmente um tapa na cara da direita “escrota” do mundo todo! Estou muito feliz com esta premiação!

Fico só imaginando como neste momento devem existir centenas de pessoas, como eu, sentadas na frente de um computador mas, infelizmente, buscado apenas formas de minimizar, distorcer e banalizar esta premiação feita à Bob Dylan! SNão o posso dizer-lhes: percam seu tempo!

Aliás, eu me lembro que, muito tempo atrás, no Brasil, quem quisesse mostrar uma imagem de “músico jovem intelectual com consciência política” tinha que pegar um violão, imitar descaradamente Bob Dylan e participar de algum festival estudantil onde, com no máximo o uso de uma gaita, deveriam cantar as agruras vividas pelo povo brasileiro. Neste período, para jovens músicos como Caetano e Gilberto Gil, Bob Dylan foi um Deus.

Acontece que Dylan sofreu um sério acidente e ficou um tempo fora de atividade. Quando ele voltou para o palco, fez o que foi considerado um “sacrilégio”, voltou na frente de uma banda de rock, empunhando uma guitarra elétrica. No mundo todo, a reação de desgosto e afronta foi imediata! Foi como se Dylan tivesse retirado o tapete debaixo dos pés de todo este povinho que se achava intelectual. Quando Dylan tocou em Londres, ele foi vaiado e ofendido inúmeras vezes.

A verdade, é que ele tinha seguido os ventos da mudança e não pretendia mais voltar! Sem chão, Caetano, Gil e Cia. olharam em volta buscando um grupo de rock que tocasse guitarra e estivesse em sintonia com as mudanças musicais que aconteciam no mundo. A banda Mutantes já estava na crista da onda por um bom tempo e era musicalmente flexível para acompanha-los nos festivais. Assim foi e, mais tarde, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Mutantes juntamente como o grande Maestro Rogério Duprat e mais alguns músicos importantes criaram o movimento que ficou conhecido como Tropicália. O resto é lenda!

Bom, não se iludam, porque nos anos 60, no Brasil, até uma passeata contra o uso das guitarras foi feita! Entendam que as influências de Bob Dylan na MPB com repercussões importantes no Rock Nacional foram realmente muito significativas e fundamentais!

Antonio Celso Barbieri
 
Bob Dylan The Ultimate Collection

Add comment

Tenha paciência! Seu comentário aparecerá assim que for avaliado pelo administrador deste site!


Security code
Refresh

Comentários dos Visitantes

Articles View Hits
2288191

We have 288 guests and no members online