Barbieri e Devil Discos


O logo da Gravadora Devil Discos
 
Barbieri, Chicão e Devil Discos
Escrito por Antonio Celso Barbieri

Ano 1986

No segundo andar das Grandes Galerias, hoje, mais conhecida como Galeria do Rock em São Paulo, entre as muitas lojas de discos alí existentes, duas lojas lideravam as vendas.

Em primeiro lugar vinha a loja Baratos Afins do Luis Carlos Calanca e em segundo a Devil Discos do Francisco Domingos de Souza, mais conhecido como Chicão. Vivíamos o tempo do vinil onde os "sebos" de disco tinham evoluído para "lojas de vendas de discos novos e usados".

No tempo dos sebos realmente tínhamos a chance de achar muitas raridades por preços baixos. Mas com os anos, os vendedores ficaram especializados e, o comércio das bolachonas pretas virou a arte do comércio onde o truque era comprar as raridades baratas e vendê-las por preços salgados. Lojistas, usando outras pessoas, chegavam até à comprar os discos raros uns do outros para vede-los depois com preços salgados.

Quer dizer, existia uma forte competição entre os lojistas da galeria e, naturalmente muitas destas lojas sonhavam em tornarem-se gravadoras. Era a evolução lógica esperada e, a loja Baratos Afins foi a primeira que deu este grande passo. É claro que Chicão da Devil Discos obviamente não queria ficar para trás!

Era na Galeria do Rock, principalmente na Devil Discos e Baratos Afins, onde eu fazia contato e arrigimentava as bandas para os meus projetos (Projeto SP Metal, Projeto Metal, Rock & Cia, Projeto São Power, etc). Eu era um produtor/empresário sem escrítório e nem telefone que vivia perambulando de uma loja à outra na galeria. No meu íntimo eu tinha um título para mim mesmo; "O mestre da corda banda!"

Sabendo das intenções do Chicão, propuz o lançamento de uma coletânea de bandas baseadas em gravações de shows que eu possuia. Eram gravações pobres, feitas em fita K7 e gravadas nos shows direto mesa de som, geralmente usando uma saída de retorno para o palco.

Então, em 1986 o primeiro lançamento do selo Devil Discos chamado São Power mostrando 8 bandas paulistas de rock pesaso foi preparado. As bandas Viper e Korzus foram convidadas mas recusaram-se a participar. Claramente meu projeto não estava à altura de bandas do calíbre do Viper e Korzus mesmo porque a idéia era documentar algumas bandas que praticamente já haviam acabado.

A arte da capa do album São Power é de minha autoria baseada em uma ilustração de Bruce Pennington extraída da revista de ficção científica inglesa Science Fiction publicada em 1974.


Korzus & Devil Discos

Bom, a tiragem do album São Power foi limitada à 1.000 cópias e, as vendas mostraram-se muito fracas (hoje o album está esgotado e fora de catálogo) e, numa tarde, Chicão desabafou: "Se a gente tivesse incluído o Korzus, ja teríamos vendido tudo!"

Então, sugerí ao Chicão que oferecessemos ao Korzus um album só deles. O Korzus tinha participado com duas músicas no LP coletânea SP Metal II lançada em 1985 pela Baratos Afins. O Korzus estava "engavetado" na Baratos Afins com esperança da promeça do lançamento de um album pela gravadora.

À meu ver, estava claro que o Luiz Carlos Calanca preferia investir no metal clássico do que no black metal radical e demoníaco que a banda fazia na época. A verdade é que a imprensa estava (e está) infiltrada pelos "poposos" e o rock pesado nunca teve espaço nos jornais, nas rádios e TVs (com raras excessões!).

Convencí o Chicão que o futuro álbum Korzus ao Vivo deveria ser um lançamento para preencher um espaço vago, mantendo a chama da banda acesa até que ela tivesse tempo para gravar seu primeiro albúm de forma correta.

Disse que certamente Korzus aceitaria lançar o album Korzus ao Vivo se, além de um incentivo financeiro, apresentássemos a proposta como parte de um pacote maior onde a banda tivesse perspectiva de crescimento. Entrei em contato com a banda. Passamos por um período de negociação que culminou com a assinatura do contrato na minha casa com a presença de todos os envolvidos mais o advogado do Chicão. Convem lembrar que, obviamente a cerimónia terminou com o povo selando a coisa com a famosa passagem na roda do "cachimbo da paz".

A arte da capa do album Korzus ao Vivo também é de minha autoria e foi baseada num detalhe de uma ilustração feita por E. M. Clifton-Day também extraída da revista inglesa Science Fiction publicada em 1974.

Korzus ao Vivo foi o primeiro de vários albuns lançados pelo Korzus neste selo. Foi com o álbum Korzus ao Vivo que ganhei pela primeira vez algum dinheiro com rock. Foi o suficiente para eu comprar minha passagem para a Europa e cair fora.

devilkorzusspowerPublicidade publicada em 1986 na Revista Metal (Número 22)


O logo da Gravadora Devil Discos.

Barbieri cria a arte do selo!

Quase ninguém sabe que o selo da gravadora Devil Discos foi criado por mim quando do lançamento do albúm São Power em 1986. O selo foi fruto de uma colagem que fiz mostrando uma mão que usa no pulso um bracelete de tachas e, segura uma furadeira elétrica que, por sua vez, perfura a letra "D". A mão empunhando a furadeira elétrica foi recortada de uma foto do Robert Halford (Judas Priest) onde ele aparece vestido com uma jaqueta com uma gola semelhante à de um padre (priest) e, apontando a furadeira para a sua própria cabeça num gesto insano. O trabalho de tipografia foi feito usando Letraset (decalques gráficos transferíveis). Este selo, depois ganhou mais popularidade porque Chicão acabou adotando-o como sua marca, pintado-o na placa na frente da sua loja. A idéia de incorporar ruídos feitos por máquinas no rock ainda não tinha acontecido como um estilo definido. Só mais para frente, bandas como Ministry e Nine Inch Nails viriam a popularizar esta vertente do rock que ficaria conhecida como Rock Industrial. Portanto acho que este logo foi um tanto quanto profético para época que foi criado.

Antonio Celso Barbieri

robert halford screwdriver
Robert Halford (Judas Priest)

Comments (7)

Como faço para obter uma copia do album Ronda Alternativa, fui o baixista da banda Catedral da Desordem do RJ. Você possui esse material em cd? Obrigado<br /><br />Barbieri Responde: Oi Carmino, eu não tenho nada mas, agora que você levantou a...

Como faço para obter uma copia do album Ronda Alternativa, fui o baixista da banda Catedral da Desordem do RJ. Você possui esse material em cd? Obrigado<br /><br />Barbieri Responde: Oi Carmino, eu não tenho nada mas, agora que você levantou a questão. Vou buscar! Se o caro leitor sabe de alguma coisa, por favor entre em contato. Ajude-nos a recuperar esta memória! Obrigado!

Read More
 

ola, gostaria de saber o contato da devil discos, tempos atras lembro ter navegado num site deles porem esta fora do ar. sabe algum contato? tenho varios lps do selo, inclusive o ronda alternativa. grato

 

meu amigo,é verdade que nao existe mais a loja Devil na galeria,comprei varias bolachas la,e estava pensando ir agora no final do mes dar uma conferida,aguardo resposta,valeu<br /><br />Barbieri responde: Caro Junior eu vivo em Londres portanto...

meu amigo,é verdade que nao existe mais a loja Devil na galeria,comprei varias bolachas la,e estava pensando ir agora no final do mes dar uma conferida,aguardo resposta,valeu<br /><br />Barbieri responde: Caro Junior eu vivo em Londres portanto não sou a pessoa mais informada para responder esta pergunta. No entanto, até onde eu sei o Chicão aposentou e foi morar em um sitio. Ele deixou ou alugou a loja para outra pessoa. Na última vez que visitei a Devil, apesar dela ter o mesmo nome, já não era a famosa Devil Discos que nós conhecemos...

Read More
 

Infelizmente a Galeria não é mais a mesma, muitas lojas de roupas e muita moda emo, infelizmente os downloads estão acabando com tudo.

 

CONCORDO O MP3 DOWNLOAD ESTA ACABANDO COM AS LOJAS FISICA DE CDS MAS TAMBEM PODERA COMPRAR UM CD DE 30 REAIS 45 REAIS CULPADA DE TUDO ISSO ÉA INDUSTRIA FONOGRAFICA

 

tempos bons que não voltam mais lembro que eu não tinha vnil pois na epoca era muito caro os aparelhos de som tambem então tinha que gravar fita e ai veio o cd que destrui o vinil ea fita k7. tai a pirataria que hoje existe por causa do cd as...

tempos bons que não voltam mais lembro que eu não tinha vnil pois na epoca era muito caro os aparelhos de som tambem então tinha que gravar fita e ai veio o cd que destrui o vinil ea fita k7. tai a pirataria que hoje existe por causa do cd as lojas vemdem um cd duplo a 45 reais agora não adianta chorar

Read More
 

Como faço para obter uma copia do album Ronda Alternativa, fui o baixista da banda Catedral da Desordem do RJ. Você possui esse material em cd? Obrigado<br /><br />Barbieri Responde: Oi Carmino, eu não tenho nada mas, agora que você levantou a...

Como faço para obter uma copia do album Ronda Alternativa, fui o baixista da banda Catedral da Desordem do RJ. Você possui esse material em cd? Obrigado<br /><br />Barbieri Responde: Oi Carmino, eu não tenho nada mas, agora que você levantou a questão. Vou buscar! Se o caro leitor sabe de alguma coisa, por favor entre em contato. Ajude-nos a recuperar esta memória! Obrigado!
<br /><br />Ronda Alternativa Coletânea lançada em 1986, pela Devil Discos.<br />DOWNLOAD<br />http://www.4shared.com/file/Nu9nvsNK/Ronda-Alternativa.htm

Read More
 
There are no comments posted here yet

Leave your comments

Posting comment as a guest.
Attachments (0 / 3)
Share Your Location
Type the text presented in the image below

Comentários

Anderson Freitas posted a comment in Monterey Pop Festival (1967): Contado por quem esteve lá!
Saudações! Eu sempre acesso esse site para ler essa história. Fique muito triste agora. O senhor Stan Delk faleceu em 2016.<br />https://www.findagrave.com/memorial/171638689<br /><br />Descanse em Paz!<br /><br />Barbieri Comenta: Ele foi muito gentil comigo, disponibilizou o seu texto e acreditou nas minhas boas intenções! Quanto a matéria ficou pronta ele ficou muito satisfeito! R. I. P.
Neuza Maria posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Muito interessante essa matéria sobre o Tony Osanah. Sou amiga pessoal dele há mais de 30 anos e hoje relembrei muitas coisas sobre ele, que já havia me esquecido. Grande talento! Ele está em visita no Brasil, esteve em Peruíbe até o dia 24 de janeiro e deverá retornar para a Alemanha no dia 07 de fevereiro. Pena que não programou nenhuma apresentação por aqui.
Daniel Faria posted a comment in JAJI: Homenagem postuma!
Tive o grande prazer de trabalhar com Jaji na decada de 1990. As festas no apartamento dele eram legendárias. Só fiquei sabendo da morte dele em 2017 e fiquei bem triste. Ele faz falta e será sempre honrado pelo público Metal de São Paulo.
Olá Barbieri! Que legal esse artigo, é sempre maravilhoso poder "beber" de fonte sábia. Neste sábado, 13/01/2018, teremos a chance de conferir o ensaio aberto da Volkana no Espaço Som, em São Paulo. A boa notícia é que, a exemplo do Vodu, que voltou à ativa em 2015, as meninas também decidiram se reunir, esperamos ansiosos que depois desse ensaio aberto role outros shows por ai. Um grande abraço!
Já sofremos muito também tentando fazer festivais. Mas resolvemos nos dedicar ao rock nacional de outras formas. Lançamos nosso primeiro disco https://base.mus.br que é para mostrar nosso amor pelo rock brasileiro.
André Luiz Daemon posted a comment in Luiz Lennon (Beatles Cavern Club)
Olá, boa noite! Alguém poderia me dizer o nome da música de abertura do programa Cavern Club que foi ao ar após o falecimento do saudoso e inesquecível Big Boy.<br />Logo após o seu falecimento, outro locutor entrou em seu lugar, e a abertura do programa era com o ex-Beatle Ringo Starr cantando.<br />Se alguém souber, por favor, me mande por e-mail, procuro essa música há muitos anos e signiifca muito para mim.<br />Valeu, abraços aos Beatlemaníacos que nem eu!!
José Carlos posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Confirma pra mim, eu ouvi falar que o vocal da música Graffitti do Paris Group e de Tony Osanah, e que na realidade a banda nunca existiu. Foi um jingle produzido exclusivamente para a propaganda da calça Lewis e devido ao sucesso na televisão foi forjada uma banda para gravar um compacto e faturar uma grana em cima. É verdade?<br /><br />Oi José Carlos, sinto muito mas não tenho como confirmar esta história, entretanto, sei que nos anos 60 e 70 várias bandas brasilerias gravaram faixas em inglês usando nomes fictícios. Quer dizer, não será surpresa se for verdade!
Em se tratando de ROCK, é sem dúvida A Melhor Banda de ROCK até hoje.Acho o som deles o máximo. Conheci a pouco tempo (2010) e ouço desde então... Muito feras
jeronimo posted a comment in Delpht - Far Beyond (CDR Demo - 1997)
você podia disponibilizar essa demo para download pois ela não se encontra a venda
Parabéns Barbieri!!! ficou perfeito, muito original e harmônico, com o peso certo. Muito gostoso ouvir seu som.
CK posted a comment in Carioca & Devas
Ei! Obrigado por este artigo, ótima história e histórias.<br /><br />Hey! Thank you for this article, great history and stories. <br /><br />Thanks again!<br /><br />CK
Eu tinha 14 para15 anos em 1966 quando estava com outros amigos mais velhos e todos cabeludos na Av.Sao Luiz quando começaram a jogar pedras e saímos correndo pela. 7 de abril descemos a 24 de maio queriam nos matar uma multidão eu entrei no Mappin até chegar a polícia para nós tirar de lá.
De acordo com um set list desse show que achei na minha coleção, as músicas tocadas foram Maria Angélica, Perfume, British, Variações, Dissipações, Súplicas, Boca e Vade Retro.
Muito legal ver isso. Estive em muitos shows aqui relatados. O festival com o Dorsal, Vulcano em Santos, teve uma cena memorável quando o vocalista do Crânio Metálico, da Bahia, entendeu que as pessoas gritavam "côco metálico" para a banda e nao o nome coorreto. Ele se indignou com a falta de respeito e chamou as pessoas as briga. Muitos se solidarizaram com o vocalista da banda e o aplaudiram, repugnando o preconceito. Me lembro ainda que nesse show jogaram confete na apresentação do Vulcano e depois a serragem. Era tempo de ascenção do Death Metal e que muitos ridicularizavam o Black Metal... Cena triste também... Mas foi uma noite ótima. Vulcano mandou bem e Dorsal fez um show primoroso.
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
https://www.youtube.com/watch?v=Sn2ckIF0Gbk
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
Boas recordações de minha adolescência!!!<br />Assisti a uma apresentação do <br />Bodas de Sangue no Espaço Retrô (Senão estiver enganado)<br /><br />Foi uma baita apresentação!!!
CASSIO VIEIRA posted a comment in Carioca & Devas
Pessoal, alguém saberia me dizer se neste 'Ensaio (1977)' é o Tom (acho que o sobrenome dele é De Maia ou algo assim) que está tocando bateria? Ele morava no meu bairro, e o pai dele era dono da escola em que eu estudava, Colégio 7 de Setembro.
"Suspeitei desde o principio..." (Chapolin Colorado)<br /><br />Muito legal o texto, vivo fazendo coisas no automatico e com o maior temor de ter um colapso mental, e tenho tambem aprendido coisas novas sempre, autodidata por natureza. Agora estou mais tranquilo e posso tranquilizar outras pessoas a minha volta, a solucao e a causa do problema sao simples, (talvez eu tenha que me render aos passinhos de dança do ventre de vez em quando...).<br />Parabens pelo texto
Articles View Hits
2781169

We have 297 guests and no members online