Barbieri Music

User Rating: 5 / 5

Star ActiveStar ActiveStar ActiveStar ActiveStar Active
 

Cortina, Disaffected e os remixes do Barbieri

Certas histórias são curiosas pelas coincidências e surpresas do destino.  Imaginem que as bandas Cortina, do Brasil e Disaffected  de Portugal tiveram um momento em suas carreiras em que houve um ponto comum, de ligação, desconhecida até hoje pelas duas.

cortina_logo

Tudo começou, se não me engano, lá pelo segundo semestre de 1994 quando, hospedei aqui em Londres Andre “Pomba” Cagni. “Pomba” era o editor (e ainda é) da Revista Dynamite, publicação roqueira de São Paulo, da qual eu era o jornalista correspondente. Pomba trazia o máster das gravações do álbum chamado The Tribal Tech da banda Cortina de Ferro. O álbum tinha sido gravado e produzido pelo competentíssimo Phillip Colodetti e, Pomba assinava o álbum como sendo o co-produtor e diretor musical.

Pomba pediu algumas sugestões e sugeriu que eu “mexesse” em alguma das gravações. A primeira música do álbum, chamada Tribal Tech era quase uma vinheta pois tinha só 1 minuto e 52 segundos de duração.  A temática da mesma envolvia tecnologia e, acontece que eu, musicalmente, justamente  estava passando por um período eletro/techno/industrial, tentando fazer uma música mais radical.

cortina_bandA banda Cortina

Eu sei que, durante sua estada, um dia Pomba saiu de manhã para dar uma voltinha pelo centro de Londres e eu fiquei “picando” e remixando a música Tribal Tech. Lá pelo final da tarde quando Pomba voltou eu já tinha remixado a música e feito umas 3 variações. Pomba imediatamente gostou de uma delas. Então, gravei-a digitalmente numa fita DAT para que, ele levasse a mesma para a banda no Brasil.

Mais tarde, fiquei sabendo que a banda também tinha gostado do meu trabalho e acrescentado meu remix no CD como uma faixa surpresa no final do mesmo.

O ano passou e bem no comecinho de 1995 recebi uma caixa de CDs da banda que seguindo meus conselhos tinha tirado o “de Ferro” do nome e agora passava apenas a usar o nome Cortina.

cortina_tribal_tech_coverCapa do álbum The Tribal Tech da banda Cortina

Cortina em Cannes

Foi só o tempo de receber os CDs e viajei para Cannes, na França, para cobrir o MIDEM que é um encontro mundial de gravadoras que acontece todos os anos. Eu tive a sorte de poder cobrir este evento por 3 anos seguidos.

Lá, no MIDEM, visitei os estandes de muitas gravadoras e, numa destas visitas deixei o CD do Cortina com a gravadora portuguesa Skyfall Records.

Infelizmente, não consegui nada concreto para nenhuma das bandas que tentei ajudar. Já fazia quase 1 mês que tinha voltado para Londres quando o telefone tocou. Era uma ligação de Portugal vinda da gravadora Skyfall Records:

disaffected_logo

Skyfall: “Oi Barbieri! Tudo bom?” 


Barbieri: “Tudo! Você tem uma boa notícia para mim?


Skyfall: “Bom, infelizmente o Cortina não faz exatamente o tipo de som que nós trabalhamos. Nós estamos mais para Death, estamos ligados num som mais extremo. Eu estou ligando porque eu ouvi aquele remix que você fez para o Cortina e gostei. Como estamos pensando em lançar um álbum de remixes para nossa banda Disaffected baseada no álbum Vast que te dei na feira, queremos saber se você estaria interessado em participar com um remix. Nós estamos buscando contribuições gratuitas de artistas que queiram remixar as músicas da banda.

Barbieri: É uma proposta muito interessante...

Skyfall: Como você já tem o nosso álbum você pode escolher a música que quiser para remixar.    

Barbieri: Bom, vou ouvir o álbum novamente. Dá para você ligar daqui mais ou menos 1 hora?

Skyfall: Perfeito! Ligo daqui 1 hora! Desde já muito obrigado!

disaffected_bandA banda Disaffected

Eu sei que escutei o álbum inteiro mas, no final, o nome de uma música ajudou-me a tomar a decisão. Ela chamava-se Dead Like My Dreams (Morto como os meus sonhos). Gostei do nome e o som parecia apropriado para o tipo de remix que eu tinha em mente pois, queria fazer algo mixando “drum’n’bass” com “industrial”.

Quando a Skyfall Records ligou novamente pedi que a gravadora me mandasse a música Dead Like My Dreams toda separada por instrumentos menos a parte da bateria que, não seria necessária.

Feito e dito, pouco depois de uma semana chegava a fitinha digital DAT. Trabalhei semanas neste remix que, depois mandei para Portugal.

disaffected_vast_coverA Capa dp álbum Vast da banda Disaffected

A verdade é que nunca soube se o mesmo foi usado ou não. Se a minha memória não falha, quando liguei para a gravadora para saber se a fita tinha chegado, naturalmente perguntei se eles tinham gostado e a resposta um pouco lacônica foi que o meu remix tinha sido um dos mais estranhos remixes já recebidos pela banda. Bom, para bom entendedor meia palavra basta!

Brain Brazil Volume I
The Roots of Brazilian Rock

Mais tarde a música Agitated World, a sexta faixa do álbum The Tribal Tech da banda Cortina seria escolhida para participar da coletânea Brain Brazil Volume I - The Roots of Brazilian Rock produzida aqui pelo Barbieri em colaboração com Andre “Pomba” Cagni e Dynamite Magazine (SP). Esta coletânea foi prensada no Brasil mas, distribuída gratuitamente na Europa na tentativa de ajudar alguma banda brasileira a assinar um contrato de gravação com alguma gravadora internacional.

Abaixo segue as versões originais de Tribal Tech mais a música Agitated World (Cortina) e Dead Like My Dreams (Disaffected) assim como os remixes mencionados no texto acima.

Antonio Celso Barbieri

Comments (1)

Olá Celso ! Tudo bom?<br /> <br />Daqui tecla o Gião, baixista dos Disaffected. <br />Como o mundo é pequeno.. eheh! Foi por acaso que encontrei o teu site na net. E já á muito tempo que não ouvia a remix do nosso tema Dead Like My Dreams feita...

Olá Celso ! Tudo bom?<br /> <br />Daqui tecla o Gião, baixista dos Disaffected. <br />Como o mundo é pequeno.. eheh! Foi por acaso que encontrei o teu site na net. E já á muito tempo que não ouvia a remix do nosso tema Dead Like My Dreams feita por ti. Tá um espectáculo! Parabens! <br />Eu na altura que tínhamos contrato com a Skyfall em 1995/96, o Vitor mostrou-me as remixes, mas depois nunca mais a ouvi. <br />A banda neste momento ainda existe! Ainda sou o baixista, temos um album novo gravado e será editado pela editora alemã Massacre Records ainda este ano.<br /><br />Queria te pedir se não me podias enviar os mp3 das tuas remixes de Disaffected para o meu email. Adorava ter isso. Não serão editadas, prometo. Pode ser?<br />O meu email é giao666@hotmail.com .<br /><br />Desde já, muito obrigado por me teres enviado a remix de Disaffected. Valeu brother !!<br /> <br />A tua remix da musica "Dead Like My Dreams", que digo-te já, gostámos muito, era para ser incluida num EP de remixes que a Skyfall iria editar durante o ano de 1996, juntamente com mais umas remixes feitas por outra pessoa e uma cover de Slayer.<br />Mas infelizmente, a banda teve problemas de line-up e cessou actividades no final de 1996, pelo que no ano a seguir como o contrato c a Skyfall terminou, esse EP de remixes nunca foi editado.<br /> <br />Mas passados 10 anos, e depois de os varios elementos da banda terem passado por varios projectos... eu, o vocalista José Costa e o guitarrista Sérgio Paulo decidimos voltar com a banda em finais de 2006 com um bateras e uma teclista novos. E agora temos aí um album novo chamado "Rebirth" com 11 musicas novas e progressivas que vai sair este ainda ano pela editora alemã Massacre Records, como te disse no email anterior.<br /> <br />Passa pelo nosso MySpace oficial em http://www.myspace.com/disaffectedmetal , que já estão lá 2 novas musicas do novo album para ouvires.<br /><br />Abraços<br /><br />Gião

Read More
 
There are no comments posted here yet

Leave your comments

Posting comment as a guest.
Attachments (0 / 3)
Share Your Location
Type the text presented in the image below

Comentários

Anderson Freitas posted a comment in Monterey Pop Festival (1967): Contado por quem esteve lá!
Saudações! Eu sempre acesso esse site para ler essa história. Fique muito triste agora. O senhor Stan Delk faleceu em 2016.<br />https://www.findagrave.com/memorial/171638689<br /><br />Descanse em Paz!<br /><br />Barbieri Comenta: Ele foi muito gentil comigo, disponibilizou o seu texto e acreditou nas minhas boas intenções! Quanto a matéria ficou pronta ele ficou muito satisfeito! R. I. P.
Neuza Maria posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Muito interessante essa matéria sobre o Tony Osanah. Sou amiga pessoal dele há mais de 30 anos e hoje relembrei muitas coisas sobre ele, que já havia me esquecido. Grande talento! Ele está em visita no Brasil, esteve em Peruíbe até o dia 24 de janeiro e deverá retornar para a Alemanha no dia 07 de fevereiro. Pena que não programou nenhuma apresentação por aqui.
Daniel Faria posted a comment in JAJI: Homenagem postuma!
Tive o grande prazer de trabalhar com Jaji na decada de 1990. As festas no apartamento dele eram legendárias. Só fiquei sabendo da morte dele em 2017 e fiquei bem triste. Ele faz falta e será sempre honrado pelo público Metal de São Paulo.
Olá Barbieri! Que legal esse artigo, é sempre maravilhoso poder "beber" de fonte sábia. Neste sábado, 13/01/2018, teremos a chance de conferir o ensaio aberto da Volkana no Espaço Som, em São Paulo. A boa notícia é que, a exemplo do Vodu, que voltou à ativa em 2015, as meninas também decidiram se reunir, esperamos ansiosos que depois desse ensaio aberto role outros shows por ai. Um grande abraço!
Já sofremos muito também tentando fazer festivais. Mas resolvemos nos dedicar ao rock nacional de outras formas. Lançamos nosso primeiro disco https://base.mus.br que é para mostrar nosso amor pelo rock brasileiro.
André Luiz Daemon posted a comment in Luiz Lennon (Beatles Cavern Club)
Olá, boa noite! Alguém poderia me dizer o nome da música de abertura do programa Cavern Club que foi ao ar após o falecimento do saudoso e inesquecível Big Boy.<br />Logo após o seu falecimento, outro locutor entrou em seu lugar, e a abertura do programa era com o ex-Beatle Ringo Starr cantando.<br />Se alguém souber, por favor, me mande por e-mail, procuro essa música há muitos anos e signiifca muito para mim.<br />Valeu, abraços aos Beatlemaníacos que nem eu!!
José Carlos posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Confirma pra mim, eu ouvi falar que o vocal da música Graffitti do Paris Group e de Tony Osanah, e que na realidade a banda nunca existiu. Foi um jingle produzido exclusivamente para a propaganda da calça Lewis e devido ao sucesso na televisão foi forjada uma banda para gravar um compacto e faturar uma grana em cima. É verdade?<br /><br />Oi José Carlos, sinto muito mas não tenho como confirmar esta história, entretanto, sei que nos anos 60 e 70 várias bandas brasilerias gravaram faixas em inglês usando nomes fictícios. Quer dizer, não será surpresa se for verdade!
Em se tratando de ROCK, é sem dúvida A Melhor Banda de ROCK até hoje.Acho o som deles o máximo. Conheci a pouco tempo (2010) e ouço desde então... Muito feras
jeronimo posted a comment in Delpht - Far Beyond (CDR Demo - 1997)
você podia disponibilizar essa demo para download pois ela não se encontra a venda
Parabéns Barbieri!!! ficou perfeito, muito original e harmônico, com o peso certo. Muito gostoso ouvir seu som.
CK posted a comment in Carioca & Devas
Ei! Obrigado por este artigo, ótima história e histórias.<br /><br />Hey! Thank you for this article, great history and stories. <br /><br />Thanks again!<br /><br />CK
Eu tinha 14 para15 anos em 1966 quando estava com outros amigos mais velhos e todos cabeludos na Av.Sao Luiz quando começaram a jogar pedras e saímos correndo pela. 7 de abril descemos a 24 de maio queriam nos matar uma multidão eu entrei no Mappin até chegar a polícia para nós tirar de lá.
De acordo com um set list desse show que achei na minha coleção, as músicas tocadas foram Maria Angélica, Perfume, British, Variações, Dissipações, Súplicas, Boca e Vade Retro.
Muito legal ver isso. Estive em muitos shows aqui relatados. O festival com o Dorsal, Vulcano em Santos, teve uma cena memorável quando o vocalista do Crânio Metálico, da Bahia, entendeu que as pessoas gritavam "côco metálico" para a banda e nao o nome coorreto. Ele se indignou com a falta de respeito e chamou as pessoas as briga. Muitos se solidarizaram com o vocalista da banda e o aplaudiram, repugnando o preconceito. Me lembro ainda que nesse show jogaram confete na apresentação do Vulcano e depois a serragem. Era tempo de ascenção do Death Metal e que muitos ridicularizavam o Black Metal... Cena triste também... Mas foi uma noite ótima. Vulcano mandou bem e Dorsal fez um show primoroso.
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
https://www.youtube.com/watch?v=Sn2ckIF0Gbk
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
Boas recordações de minha adolescência!!!<br />Assisti a uma apresentação do <br />Bodas de Sangue no Espaço Retrô (Senão estiver enganado)<br /><br />Foi uma baita apresentação!!!
CASSIO VIEIRA posted a comment in Carioca & Devas
Pessoal, alguém saberia me dizer se neste 'Ensaio (1977)' é o Tom (acho que o sobrenome dele é De Maia ou algo assim) que está tocando bateria? Ele morava no meu bairro, e o pai dele era dono da escola em que eu estudava, Colégio 7 de Setembro.
"Suspeitei desde o principio..." (Chapolin Colorado)<br /><br />Muito legal o texto, vivo fazendo coisas no automatico e com o maior temor de ter um colapso mental, e tenho tambem aprendido coisas novas sempre, autodidata por natureza. Agora estou mais tranquilo e posso tranquilizar outras pessoas a minha volta, a solucao e a causa do problema sao simples, (talvez eu tenha que me render aos passinhos de dança do ventre de vez em quando...).<br />Parabens pelo texto
Articles View Hits
2650842

We have 149 guests and no members online