A Banda Mammouth apresentando-se ao vivo no Projeto Metal, Rock & Cia
no Teatro Sesc Fábrica Pompéia em São Paulo no ano de 1985.
Este projeto foi mais uma realização de Antonio Celso Barbieri

A banda Mammoth foi formada no final de 1984 e contava Cesar Achon na guitarra, Ney Castro na Bateria, Gil Magalhães no baixo e Billy Albuquerque nos vocais. Este grupo que durou apenas 1 ano destacou-se pela qualidade instrumental de seus músicos e carisma do seu vocalista, um grande batalhador.

 

O começo com a banda Extremos

O começo deste sonho encontra suas origens na banda Extremos, uma banda de Música Experimental, Hard Rock, Jazz Rock e Progressivo, formada nos anos 70 por Gil Magalhães (baixo), Ney Castro (bateria) e Nivaldo (guitarra). O guitarrista Cesar Achon, amigo pessoal dos músicos, apreciava os sons e improvisações que eles faziam e sempre que podia, se unia para umas Jams Sessions.

Os Laranjas e Performance’s

No Inicio dos anos 80, Cesar e Billy formaram
Os Laranjas com a intenção de satirizar o Punk Rock. Depois de algum tempo o baterista Nelson Tiburcio deixou a banda, sendo substituído por Ricardo Moreno vindo do Performance’s (que também trouxe o nome consigo), entrou também Reinaldo Moreno no Baixo, e a banda passou chamar-se Performance’s. O Performance’s tinha um estilo completamente diferente do Os Laranjas.


Performance's ao vivo em 1982 no Teatro Elis Regina executando a música
Hora do Jazz. No vídeo aqui mostrado, a música aparece como trilha sonora de um show the slides mostrando fotos da banda. A qualidade do som é muito pobre mas mesmo assim, tenho certeza que o ouvinte atento reconhecerá o poder de fogo desta banda poderosa. Os músicos são: Cesar Achon (Guitarra e voz), Reinaldo Moreno (Baixo e Voz), Ricardo Moreno (Bateria), Ney Castro (Bateria) com participação especial do Billy no vocal como convidado.


Na sequência, Billy saiu para tentar alguma coisa sozinho e o Performance’s virou um trio que, com esta formação, durou mais alguns meses. Mais tarde, com Billy nos vocais, os músicos voltariam a reunir-se novamente como Extremos, fazendo shows, tocando musicas próprias e covers. A banda não tinha um estilo definido e tocava de tudo um pouco; Jazz Rock, Rock Progressivo, Hard Rock, etc.

Mammoth

Na busca por uma imagem mais definida, na sequência, optaram pelo Hard Rock e mudaram de nome para
Mammoth. A escolha do nome foi feita em função de Mammoth ter sido o primeiro nome da banda Van Halen. O Van Halen tinha feito uma tour pelo Brasil nessa época e impressionado muito a moçada.

O Mammoth desde o princípio destacou-se pela virtuosidade dos seus músicos e pela facilidade que tinham para improvisações. O fato deles terem experiência em tocar rock nos mais variados estilos também ajudou muito na criação do som da banda. O pessoal, bem em sintonia com o que estava acontecendo naquele período imediatamente começou compor novo material e preparar seu set com vistas a tocar ao vivo.

Shows

O primeiro show foi abrindo para o Avenger no Teatro Lira Paulistana à convite do baixista Luiz Teixeira (hoje no Tarkus). Através do Luiz acabaram conhecendo Celso Barbieri, que aqui escreve esta matéria, e também o Beto Peninha da FM 97 (Sessão Rockambole) de Santo André.

Depois do show abrindo o Avenger a banda fez outro abrindo para a banda Salário Mínimo e logo depois, já conseguia com o Barbieri um show como banda principal tendo a banda Aerometal como banda de abertura.

O Compacto

Leandro Alves, um amigo de Billy desde os tempos de colégio e que acompanhava desde o princípio a sua trajetória musical propôs-se a produzir a primeira gravação da banda. Um compacto simples contendo as músicas Apocalipse e Possesso gravado no estúdio Vice-Versa. A banda pagou o estúdio e Leandro, que imprimia camisetas de rock em Santo André, fez a prensagem de 1000 cópias em vinil.



Compacto, 1985 (Frente)

Leandro Alves, tempos depois, viria ser o dono da Fucker Records,  loja de discos e gravadora de Santo André que lançaria mais tarde muitas bandas,  o Mammoth foi um experimento que deu origem à vários outros...

Este compacto teve uma repercussão muito boa, e abriu muitas portas para a banda.

Quando a banda acabou, os restantes 500 compactos foram comprados pelo Luiz Carlos Calanca da Baratos Afins que 


Compacto, 1985 (Verso)

continuou a distribuição. Este compacto hoje é considerado raro e já foi visto no eBay sendo vendido por 50 dólares. 

Neste curto período de 1 ano que a banda ficou ativa ela participou de praticamente todos os eventos importantes daquele período tento tocado nos Projetos SP Metal, Metal Rock & Cia. , Praça do Rock, Heavy Metal Thunder (organizado pelo Beto Peninha), etc. A banda também fez o tradicional circuito de bares da época como por exemplo o Raimbow Bar e a Danceteria Raio lazer.
 

Fim da banda
 


No fim de 1985, depois de um show com as bandas Karisma, Mammoth e a Chave do Sol, o guitarrista Cesar Achon aceitou o convite para juntar-se ao grupo Karisma e decretou o fim da banda.

A verdade é que Cesar Achon já não estava mais satisfeito com o som da banda e buscava outros caminhos.  A banda Karisma estava com intenções de lançar um novo disco e este convite mostrou-se irresistível. Infelizmente para 

Lembranças do Billy Albuquerque
1) O pessoal da banda Viper, na época moleques de 14 e 15 anos, começando a banda, sempre estavam em nossos shows. Gostavam muito da gente, eramos amigos. Eu estava no camarim tomando um conhaque, eu tinha 24 anos.   O André Mattos que só tinha 14 anos entra e me dá a maior dura:

"-Billy você esta louco? Para de beber essa merda! Você vai acabar com sua voz! Para com isso! 

O André Mattos já cantava muito, estudava canto, e só cresceu de lá para cá. Num show,  e ele me apresentou para o pessoal  da banda Shaman, dizendo:  

“-Esse aqui é o Billy, vocal da banda mais barulhenta e pesada dos anos 80. :-)

2) Eu sempre visitava a galeria do rock e, um dia almoçando com o Luiz Calanca dono da Baratos Afins, ele  comentou sobre a possibilidade de lançar um EP, com seis músicas do Mammoth,   ele viu que a banda tinha potencial para um registro mais completo,   só que isto não aconteceu porque infelizmente a banda acabou.

 

Cesar Achon esta idéia não avançou mas, segundo suas declarações, rendeu-lhe alguns shows memoráveis como por exemplo a participação do Karisma abrindo para as bandas Alta Tensão, Platina, e Made in Brazil no Cometa Rock Festival organizado pelo Barbieri no clube Radar Tan-Tan com suporte da TV Cultura e Secretaria Municipal de Cultura.

Coletânea São Power

Esta coletânea produzida aqui pelo Barbieri foi lançada pela Devil Discos depois do término da banda. Eu queria documentar algumas bandas daquele período e escolhi a gravação da música Headbanger tirada de um show do Mammoth realizada no Teatro do Sesc Fábrica Pompéia dentro do Projeto Metal Rock & Cia.

Neste disco histórico estão as bandas: Aerometal, Sabotagem, Mephisto, Excalibur, Anarca, Avenger, Improviso e Mammoth.

 

A reunião

A banda reuniu-se em estúdio, em 1990, para ensaios e uma possível volta, mas isto acabou não acontecendo, existe apenas um material gravado com uma qualidade muito pobre.

Uma perda irreparável

Lamentavelmente, o grande baixista Gil Magalhães faleceu em 1997. A banda reuniu-se em 1998 para gravarem algumas músicas mas, infelizmente devido à uma série de problemas não puderam ser finalizadas. Destas sessões, restaram algumas gravações sem muita qualidade.

O Futuro

O destino é algo imprevisível e a idéia que fica é a de que a última página desta história ainda está por ser escrita. Ficarei atento e, assim que tiver alguma novidade, conto para vocês. Enquanto esperam, visitem a Rádio 2bStar para escutar com exclusividade o compacto
  contendo as músicas Apocalipse e Possesso lançado em 1985 e também, a gravação completa do show feito no Projeto Metal, Rock & Cia., realizado em SP no Teatro Sesc Pompéia em 26/07/85.

O texto original foi escrito por Billy Albuquerque
Revisado por Cesar Achon
Reeditado por A. C. Barbieri

Comments (2)

Fala Billy, meu vcé maior cabeça ! Se lembra dessa frase que sempre usava na Fucker ?? Aqui é o Marcão que trabalhava com o Leandro e o André na época da Fucker e até hj tenho teu compacto autografado e foi umas das poucas coisas em vinil que...

Fala Billy, meu vcé maior cabeça ! Se lembra dessa frase que sempre usava na Fucker ?? Aqui é o Marcão que trabalhava com o Leandro e o André na época da Fucker e até hj tenho teu compacto autografado e foi umas das poucas coisas em vinil que guardei da época. Já nos encontramos algumas vezes em show e espero que esteja bem e ainda no pique para novos projetos !<br /><br />LONG LIVE ROCK N ROLL !!!

Read More
 

Aí , Barbieri , poste no Youtube as duas musicas da banda Mammoth , Apocalipse e Posseso . Os Bangers de todo o Brasil agradecem .

 
There are no comments posted here yet

Leave your comments

Posting comment as a guest.
Attachments (0 / 3)
Share Your Location
Type the text presented in the image below

Comentários

Anderson Freitas posted a comment in Monterey Pop Festival (1967): Contado por quem esteve lá!
Saudações! Eu sempre acesso esse site para ler essa história. Fique muito triste agora. O senhor Stan Delk faleceu em 2016.<br />https://www.findagrave.com/memorial/171638689<br /><br />Descanse em Paz!<br /><br />Barbieri Comenta: Ele foi muito gentil comigo, disponibilizou o seu texto e acreditou nas minhas boas intenções! Quanto a matéria ficou pronta ele ficou muito satisfeito! R. I. P.
Neuza Maria posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Muito interessante essa matéria sobre o Tony Osanah. Sou amiga pessoal dele há mais de 30 anos e hoje relembrei muitas coisas sobre ele, que já havia me esquecido. Grande talento! Ele está em visita no Brasil, esteve em Peruíbe até o dia 24 de janeiro e deverá retornar para a Alemanha no dia 07 de fevereiro. Pena que não programou nenhuma apresentação por aqui.
Daniel Faria posted a comment in JAJI: Homenagem postuma!
Tive o grande prazer de trabalhar com Jaji na decada de 1990. As festas no apartamento dele eram legendárias. Só fiquei sabendo da morte dele em 2017 e fiquei bem triste. Ele faz falta e será sempre honrado pelo público Metal de São Paulo.
Olá Barbieri! Que legal esse artigo, é sempre maravilhoso poder "beber" de fonte sábia. Neste sábado, 13/01/2018, teremos a chance de conferir o ensaio aberto da Volkana no Espaço Som, em São Paulo. A boa notícia é que, a exemplo do Vodu, que voltou à ativa em 2015, as meninas também decidiram se reunir, esperamos ansiosos que depois desse ensaio aberto role outros shows por ai. Um grande abraço!
Já sofremos muito também tentando fazer festivais. Mas resolvemos nos dedicar ao rock nacional de outras formas. Lançamos nosso primeiro disco https://base.mus.br que é para mostrar nosso amor pelo rock brasileiro.
André Luiz Daemon posted a comment in Luiz Lennon (Beatles Cavern Club)
Olá, boa noite! Alguém poderia me dizer o nome da música de abertura do programa Cavern Club que foi ao ar após o falecimento do saudoso e inesquecível Big Boy.<br />Logo após o seu falecimento, outro locutor entrou em seu lugar, e a abertura do programa era com o ex-Beatle Ringo Starr cantando.<br />Se alguém souber, por favor, me mande por e-mail, procuro essa música há muitos anos e signiifca muito para mim.<br />Valeu, abraços aos Beatlemaníacos que nem eu!!
José Carlos posted a comment in Tony Osanah: Um argentino bem brasileiro
Confirma pra mim, eu ouvi falar que o vocal da música Graffitti do Paris Group e de Tony Osanah, e que na realidade a banda nunca existiu. Foi um jingle produzido exclusivamente para a propaganda da calça Lewis e devido ao sucesso na televisão foi forjada uma banda para gravar um compacto e faturar uma grana em cima. É verdade?<br /><br />Oi José Carlos, sinto muito mas não tenho como confirmar esta história, entretanto, sei que nos anos 60 e 70 várias bandas brasilerias gravaram faixas em inglês usando nomes fictícios. Quer dizer, não será surpresa se for verdade!
Em se tratando de ROCK, é sem dúvida A Melhor Banda de ROCK até hoje.Acho o som deles o máximo. Conheci a pouco tempo (2010) e ouço desde então... Muito feras
jeronimo posted a comment in Delpht - Far Beyond (CDR Demo - 1997)
você podia disponibilizar essa demo para download pois ela não se encontra a venda
Parabéns Barbieri!!! ficou perfeito, muito original e harmônico, com o peso certo. Muito gostoso ouvir seu som.
CK posted a comment in Carioca & Devas
Ei! Obrigado por este artigo, ótima história e histórias.<br /><br />Hey! Thank you for this article, great history and stories. <br /><br />Thanks again!<br /><br />CK
Eu tinha 14 para15 anos em 1966 quando estava com outros amigos mais velhos e todos cabeludos na Av.Sao Luiz quando começaram a jogar pedras e saímos correndo pela. 7 de abril descemos a 24 de maio queriam nos matar uma multidão eu entrei no Mappin até chegar a polícia para nós tirar de lá.
De acordo com um set list desse show que achei na minha coleção, as músicas tocadas foram Maria Angélica, Perfume, British, Variações, Dissipações, Súplicas, Boca e Vade Retro.
Muito legal ver isso. Estive em muitos shows aqui relatados. O festival com o Dorsal, Vulcano em Santos, teve uma cena memorável quando o vocalista do Crânio Metálico, da Bahia, entendeu que as pessoas gritavam "côco metálico" para a banda e nao o nome coorreto. Ele se indignou com a falta de respeito e chamou as pessoas as briga. Muitos se solidarizaram com o vocalista da banda e o aplaudiram, repugnando o preconceito. Me lembro ainda que nesse show jogaram confete na apresentação do Vulcano e depois a serragem. Era tempo de ascenção do Death Metal e que muitos ridicularizavam o Black Metal... Cena triste também... Mas foi uma noite ótima. Vulcano mandou bem e Dorsal fez um show primoroso.
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
https://www.youtube.com/watch?v=Sn2ckIF0Gbk
Charles Campos posted a comment in Soul of Honor
Boas recordações de minha adolescência!!!<br />Assisti a uma apresentação do <br />Bodas de Sangue no Espaço Retrô (Senão estiver enganado)<br /><br />Foi uma baita apresentação!!!
CASSIO VIEIRA posted a comment in Carioca & Devas
Pessoal, alguém saberia me dizer se neste 'Ensaio (1977)' é o Tom (acho que o sobrenome dele é De Maia ou algo assim) que está tocando bateria? Ele morava no meu bairro, e o pai dele era dono da escola em que eu estudava, Colégio 7 de Setembro.
"Suspeitei desde o principio..." (Chapolin Colorado)<br /><br />Muito legal o texto, vivo fazendo coisas no automatico e com o maior temor de ter um colapso mental, e tenho tambem aprendido coisas novas sempre, autodidata por natureza. Agora estou mais tranquilo e posso tranquilizar outras pessoas a minha volta, a solucao e a causa do problema sao simples, (talvez eu tenha que me render aos passinhos de dança do ventre de vez em quando...).<br />Parabens pelo texto
Articles View Hits
2728786

We have 381 guests and no members online

Joomla! Debug Console

Session

Profile Information

Memory Usage

Database Queries